Seul diz que novo teste de míssil de Pyongyang aumentará seu isolamento

Seul, 29 nov (EFE).- O Ministério das Exteriores da Coreia do Sul condenou nesta quarta-feira o novo lançamento de um míssil balístico feito pela Coreia do Norte, e afirmou que o teste só aumentará o isolamento diplomático do país vizinho.

"Os atos provocativos da Coreia do Norte representam uma séria ameaça para a península coreana, assim como para a paz internacional e para a segurança", afirmou o Ministério, através de um comunicado.

Foi desta forma que Seul reagiu ao lançamento de um míssil balístico para o Mar de Japão, às 3h17 (hora local), no que representa o primeiro teste deste tipo realizado por Pyongyang após dois meses e meio.

Segundo os dados do Pentágono, seria um míssil balístico intercontinental (ICBM), sendo o terceiro deste tipo disparado depois dos dois lançados em julho.

O governo sul-coreano lamentou que essa "provocação imprudente" tenha acontecido sem levar em conta os "esforços sinceros" de Seul "para aliviar a tensão e construir a paz na península coreana".

Além disso, advertiu que com este tipo de ação, o Norte "apenas vai conseguir aumentar seu isolamento diplomático e suas dificuldades econômicas", e pediu para Pyongyang que abandone seus programas nucleares e de mísseis como "única maneira de garantir sua própria segurança e desenvolvimento econômico", segundo o comunicado.

O ministério sul-coreano também afirmou que Seul e Washington reforçarão suas medidas dissuasivas para enfrentar os desafios do Norte para "responder com firmeza" a qualquer tipo de provocação. EFE

asb-ahg/phg

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos