Topo

Paraguai prende cinco brasileiros suspeitos de serem integrantes do PCC

Divulgação/ Ministério do Interior do Paraguai
Brasileiros detidos pelas autoridades do Paraguai em Pedro Juan Caballero Imagem: Divulgação/ Ministério do Interior do Paraguai

Em Assunção

26/12/2017 12h59

O Ministério do Interior do Paraguai informou nesta terça-feira (26) que cinco brasileiros supostos membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foram detidos no norte do país após uma perseguição e um tiroteio na cidade de Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com o Mato Grosso do Sul (MS).

Um dos detidos é Murillo Rodrigues Noguera, que segundo o Ministério é "integrante de uma pesada célula criminosa vinculada a assaltos a caminhões blindados e com ordem de prisão no MS".

As outras quatro pessoas, dois homens e duas mulheres, também foram detidas pelas autoridades paraguaias depois da operação realizada no último fim de semana.

Os detidos tinham em sua posse "pistolas tipo Glock 17 Gen 4, carregadores, projéteis, telefones celulares e quantidades de maconha", afirmou a fonte.

Além disso, o comunicado destacou que as autoridades brasileiras se interessaram pelos detidos e ambos os países estão trabalhando no "intercâmbio de dados e informações de importância para avançar nas investigações em questão".

As cidades fronteiriças entre o Paraguai e o Brasil são as principais rotas regionais do tráfego de cocaína e maconha, segundo as autoridades antidrogas.