PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Palestino morre em Jericó em operação do Exército israelense

22/02/2018 09h40

Jerusalém, 22 fev (EFE).- Um palestino morreu nesta quinta-feira após ser alvejado por soldados do Exército de Israel durante uma operação policial ontem à noite na cidade de Jericó, no território palestino ocupado da Cisjordânia, confirmaram fontes militares.

No entanto, familiares do homem morto denunciaram que ele foi espancado até morrer, segundo informou hoje o meio digital "Times of Israel", que o identifica como Yasin al Saradeeh, de 33 anos.

Um vídeo gravado por câmeras de segurança que circulou nas redes sociais mostra como um soldado dispara contra uma pessoa que corria com um objeto volumoso nas suas mãos (que parece um tamborete ou uma mesa pequena) e, quando depois de receber o tiro cai ao chão, vários soldados batem nele.

A nota do escritório de informação militar informa que "ontem à noite, durante uma operação para deter suspeitos na cidade de Jericó, aconteceram distúrbios e um agressor palestino armado com uma barra de ferro correu para as tropas do Exército e tentou atacá-las".

"Em resposta à ameaça imediata, as tropas dispararam contra o agressor (...) Foi encontrada também uma faca em sua posse. Ele foi levado a um hospital para receber tratamento médico e depois, se anunciou a sua morte", segundo o escrito, que afirma que se está investigando o fato.

Segundo os Acordos de Oslo (1993), Israel não tem autorização para agir em Jericó, situada na Área A da Cisjordânia, onde não há controle israelita nem administrativo nem de segurança, e que está sob o domínio da Autoridade Nacional Palestina (ANP).

Internacional