PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Novos ataques em Ghouta Oriental deixam 3 mortos e 12 feridos

24/02/2018 08h18

Cairo, 24 fev (EFE).- Pelo menos três pessoas morreram neste sábado e 12 ficaram feridas em novos ataques aéreos e com mísseis contra o reduto opositor de Ghouta Oriental, ao nordeste de Damasco, palco de uma escalada da violência desde o último domingo.

As mortes foram registradas na cidade de Harasta, alvo dos aviões de guerra nas últimas horas, assim como a população de Misraba, onde não houve mortos nem feridos.

As localidades de Otaya, Al Mashabiya, Hush al Dauahra e Kafr Batna também sofreram ataques militares, cuja filiação não foi especificada pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos, que anteriormente acusou os exércitos da Síria e da Rússia de bombardear Ghouta Oriental.

Além disso, helicópteros militares lançaram explosivos contra Kafr Batna.

Os intensos ataques prosseguiram durante a noite de sexta-feira até a manhã deste sábado sobre Arbin, Harasta, Saqba e Hamuriya, e nestas duas últimas localidades provocaram incêndios devido ao uso de projéteis com material inflamável, segundo o Observatório.

Com as vítimas de hoje, sobe para 474 o número de civis mortos, entre eles 114 menores de idade e 64 mulheres desde domingo passado em Ghouta Oriental, de acordo com a apuração da ONG.

Além disso, há 2.330 feridos, centenas deles em estado grave, e dezenas de desaparecidos sob dos escombros.

Por outro lado, o Observatório informou que hoje voltaram a ocorrer ataques com foguetes no centro e na periferia de Damasco, onde ontem morreram duas pessoas.

Os disparos de projéteis desde Ghouta Oriental contra o centro da capital aumentaram nesta semana, coincidindo com uma campanha de ataques da aviação e da artilharia governamental contra esta região, controlada por facções armadas opositoras.

Internacional