Trump considera nomear seu piloto pessoal para dirigir a FAA

Washington, 26 fev (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, avalia nomear como candidato para dirigir a Direção Federal de Aviação (FAA) seu piloto pessoal, John Dunkin, informou nesta segunda-feira a imprensa local.

A FAA é a encarregada de regular ao tráfego aéreo civil nos Estados Unidos.

Dunkin trabalha com Trump desde o final de 1980, e foi o encarregado de pilotar os Boeing 757 de propriedade do então candidato republicano durante a campanha presidencial de 2016.

O portal "Axios", que revelou a informação, citou como fonte um funcionário do Governo americano que confirmou que Dunkin é um dos candidatos para dirigir a FAA.

"John Dunkin não é só um piloto. Administrou departamentos de companhias aéreas e voos privados certificados de companhias aéreas desde o seu início sob as regulações da FAA, e supervisionou a frota da campanha presidencial de Trump", indicou esta fonte.

Junto com Dunkin, outros candidatos são o congressista republicano pelo Missouri Sam Graves, e o atual diretor interino, Dan Elwell.

O anterior diretor da FAA, Michael Huerta, foi nomeado pelo ex-presidente Barack Obama e o seu mandato terminou em janeiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos