Acidente de trem no Egito mata 12 pessoas e deixa 39 feridos

(Atualiza com mais detalhes)

Cairo, 28 fev (EFE).- Pelo menos 12 pessoas - entre elas um menor - morreram e outras 39 ficaram feridas em uma colisão entre um trem de passageiros e outro de carga na cidade de Kom Hamada, segundo informou o Ministério de Saúde.

O acidente aconteceu quando dois vagões do trem de passageiros se separaram do comboio e bateram em um trem de carga, por motivos ainda desconhecidos, anunciou o porta-voz do Ministério de Saúde, Khaled Mujahid, citado pela agência oficial "Mena".

Mujahid afirmou que os corpos dos mortos e os feridos foram levados a vários hospitais públicos do país.

Por outro lado, o porta-voz do Ministério de Transporte, Mohammed Ez, declarou à Mena que o número das vítimas mortais chegou a 15 e que pelo menos 40 pessoas ficaram feridas.

Em comunicado, o ministro de Transporte, Hisham Arafat, ordenou formar um comitê técnico para investigar as causas do acidente.

As televisões locais mostraram imagens de dezenas de pessoas tentando socorrer as vítimas perto dos vagões acidentados, que estavam inclinados, ainda sobre os trilhos.

As autoridades enviaram 30 ambulâncias ao local do acidente, segundo a agência, e declararam estado de emergência em todos os hospitais da região, situada no delta do Nilo, para atender os feridos.

O último acidente ferroviário grave no Egito aconteceu em agosto perto de Alexandria (norte) e causou a morte de 41 pessoas, além de deixar cem feridos.

A maior tragédia ferroviária da história do Egito, na qual morreram 376 pessoas, ocorreu em 2002 pelo incêndio de um trem que cobria o trajeto entre o Cairo e a cidade monumental de Luxor, no sul do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos