Justiça venezuelana ordena libertação de 20 opositores presos, diz ONG

Caracas, 25 mai (EFE).- A Justiça da Venezuela decretou nesta quinta-feira a libertação de pelo menos 20 pessoas detidas, consideradas como "presos políticos" pelos opositores do governo de Nicolás Maduro, informou a ONG Fórum Penal Venezuelano (FPV).

Os pedidos de libertação, todos registrados no estado de Zulia, no noroeste do país, ocorreram depois de o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ter pedido benefícios para alguns destes opositores como seu primeiro ato no segundo mandato: a reconciliação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos