PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Maduro admite que governo não está indo bem, mas pede apoio dos venezuelanos

24/05/2018 16h54

Caracas, 24 mai (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, admitiu nesta quinta-feira em discurso de posse para seu novo mandato até 2025 que o governo não está indo bem, mas pediu o apoio da população para transformar a liderança da revolução.

"Não estamos fazendo o suficiente, nem estamos fazendo bem. Há coisas boas que fizemos, mas não quer dizer que estamos fazendo bem nem que seja suficiente. Precisamos de uma transformação da liderança da revolução", disse Maduro no discurso.

Após tomar posse em cerimônia na Assembleia Nacional Constituinte, o presidente se dirigiu ao país para chamar todos a fazer "tudo de novo" e pediu aos ministros, prefeitos e governadores para "melhorar a qualidade" de seus trabalhos.

O presidente venezuelano, que afirmou que seu governo foi marcado pela perseguição imperialista, indicou que não pode haver desculpas no novo mandato para resolver os problemas da população.

"Vamos remar todos juntos, peço apoio ao povo da Venezuela", afirmou Maduro, reeleito com 6 milhões de votos, apesar da abstenção de 53,98% no pleito realizado no último domingo.

Internacional