Com apuração perto do fim, Duque e Petro se aproximam de 2º turno na Colômbia

Bogotá, 27 mai (EFE).- O candidato do partido uribista Centro Democrático, Iván Duque, e o esquerdista Gustavo Petro, do movimento Colômbia Humana, despontam como favoritos para disputar a presidência colombiana no segundo turno, no momento que já foram apurados 97,91% dos votos depositados nas eleições deste domingo.

Segundo o Registro Nacional, entidade organizadora das eleições, Duque obteve até agora 7.426.578 votos, equivalentes a 39,12%, enquanto Petro conseguiu 4.761.771, que representam 25,08%.

No entanto, o esquerdista é seguido muito de perto por Sergio Fajardo, da Coalizão Colômbia, de centro-esquerda, com 4.519.540 votos (23,80%).

A disputa entre Petro e Fajardo foi acirrada desde o começo da apuração, mas, quando falta menos de 3% da contagem de votos, a balança parece inclinar-se a favor do ex-guerrilheiro e ex-prefeito de Bogotá.

Se esta tendência se mantiver será necessária a realização de um segundo turno no próximo dia 17 de junho entre Duque e Petro, como previam todas as pesquisas desde março.

No quarto posto aparece o ex-vice-presidente Germán Vargas Lleras, do movimento de direita Melhores Vargas Lleras, com 1.373.799 votos (7,23%), seguido pelo ex-chefe negociador do governo com as Farc, Humberto de la Calle, do Partido Liberal, com 391.793 (2,06%).

Na sexta posição está o pastor evangélico Jorge Trujillo, do movimento Todos Somos Colômbia, com 73.354 votos (0,39%).

Estes resultados confirmam a ordem antecipada por todas as pesquisas de intenções de voto divulgadas nos três últimos meses.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos