Fajardo reconhece resultado das eleições que o deixou perto do segundo turno

Bogotá, 27 mai (EFE).- O candidato da Coalición Colombia, Sergio Fajardo, reconheceu os resultados das eleições presidenciais deste domingo, nas quais ficou em terceiro e perto do segundo turno, que será realizado no dia 17 de junho.

"Como sempre dissemos, respeitamos o resultado das eleições e não temos nenhuma objeção, assim somos nós. Parabéns muito especial para Iván Duque, para Gustavo Petro, estão na posição em que estão, merecem, é a democracia e nós respeitamos a democracia", afirmou Fajardo em Bogotá.

Nas eleições deste domingo Iván Duque, do partido uribista Centro Democrático, venceu com 39,15% dos votos, e medirá forças no segundo turno em 17 de junho com o esquerdista Gustavo Petro, do movimento Colombia Humana, que ficou com 25,09%, enquanto Fajardo foi o terceiro com 23,74%.

O candidato da Coalición Colombia avaliou os mais de 4,5 milhões de votos que obteve e que considera foram "livres", construídos pelo entusiasmo de sua "convicção" e do que representa a aliança na qual foi forjada sua candidatura.

"A todas as pessoas que votaram em mim e em nós, muito obrigado, são votos livres construídos por nosso entusiasmo, nossa convicção, e o que representamos. Nós temos que honrar estes votos com esta coalizão para continuar avançando", declarou o candidato.

"Temos que cuidar de nosso país, temos muitas feridas, nós não queremos mais violência, não podemos voltar atrás, não podemos permitir que a violência volte a marcar nossas vidas", concluiu Fajardo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos