PUBLICIDADE
Topo

Ataque do EI no Iraque matam três soldados e dois milicianos pró-governo

08/07/2018 15h05

Bagdá, 8 jul (EFE).- Pelo menos três soldados iraquianos e dois milicianos pró-governo da Multidão dos Clãs morreram neste domingo em um ataque do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) contra uma patrulha no oeste do país, informaram à Agência Efe fontes de segurança.

Os membros do EI lançaram mísseis contra a patrulha de segurança na zona denominada "Quilo 160", no oeste da cidade de Ramadi, capital da província ocidental de Ambar.

No ataque ficaram feridos dois membros do Exército e um combatente da Multidão dos Clãs, milícia integrada principalmente por sunitas, enquanto os agressores conseguiram escapar.

Ontem, pelo menos duas pessoas morreram e outra foi sequestrada durante dois ataques cometidos por supostos membros do EI na região de Al Sharqat e na província de Diyala, no norte e o leste do Iraque, respectivamente

O primeiro-ministro interino do país, Haidar al Abadi, ordenou na semana passada a realização de operações para perseguir e erradicar as células terroristas que ainda operam em algumas zonas.

Em 9 de dezembro, Al Abadi anunciou a derrota militar do EI, depois que as forças iraquianas tomaram o controle das últimas áreas em poder dos extremistas na fronteira com a Síria.

No entanto, ainda há presença de membros do EI no Iraque, onde o grupo radical chegou a dominar amplas regiões após a invasão em junho de 2014.