PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ministra argentina renuncia após vazamento de vídeo em que fuma maconha

27/08/2018 15h15

A ministra de Educação da província de San Luis (oeste da Argentina), Natalia  Spinuzza, apresentou nesta segunda-feira (27) sua renúncia depois que um vídeo em que ela aparece fumando maconha viralizou na internet durante o fim de semana.

"Minha renúncia foi apresentada e isso será visto nas próximas horas. Falarei com o governador" Alberto Rodríguez Saá (peronismo), para que avalie a situação, explicou Natalia à rádio argentina FM Ciudad.

Além disso, Natalia afirmou não foi ela quem divulgou o vídeo, gravado há cerca de um ano durante sua lua de mel em Amsterdã (onde o consumo de maconha é legal), mas foi alguém que queria "descreditá-la politicamente".

No vídeo, a ministra contou para as câmeras que havia fumado maconha.

Durante a entrevista, Natalia afirmou que tanto ela como as pessoas de seu "círculo íntimo" que receberam o arquivo há meses já o apagaram.

Por outro lado, informou que recentemente alguém, do qual desconhece a identidade, começou a extorqui-la com informações e fotografias que teria obtido de seu celular pessoal e de seu computador.

"Hackearam meu telefone, meu computador" há dois meses e "agora roubaram imagens que estavam no meu computador" de novo, explicou.

Natalia lembrou que esse fato ocorreu quando estava de licença e insistiu que ela não divulgou o vídeo, mas reconheceu que pode ter "decepcionado" algumas pessoas por tal comportamento perante o cargo que ostenta.

Internacional