PUBLICIDADE
Topo

Louis C.K. sobe aos palcos pela primeira vez após escândalo sexual

28/08/2018 16h48

Nova York, 28 ago (EFE).- O comediante americano Louis C.K. subiu pela primeira vez aos palcos depois que admitiu um caso de conduta sexual indevida em novembro do ano passado, após ter sido acusado por várias mulheres de ter se masturbado na frente delas, informou nesta terça-feira o jornal "The New York Times".

Segundo o jornal, Louis C.K. se apresentou no domingo durante 15 minutos em um bar do bairro nova-iorquino de Greenwich Village, onde frequentemente atuam comediantes de forma improvisada e onde foi visto relaxado e bem recebido pelo público.

Em novembro de 2017, cinco mulheres lhe acusaram de conduta sexual indevida e detalharam os momentos nos quais tirou sua roupa e se masturbou diante delas, algo que ele mesmo confessou pouco depois.

As acusações contra Louis C.K. foram confirmadas após anos de rumores em torno da sua figura e em plena onda de denúncias de assédio sexual no mundo do espetáculo americano, impulsionadas pelo movimento #MeToo.

Segundo disse ao "Times" o dono do estabelecimento, Noam Dworman, alguns dos presentes expressaram no dia seguinte seu descontentamento com a apresentação e afirmaram que gostariam de ter sabido que era Louis C.K. quem iria se apresentar, mas que a maioria se mostrou feliz com a surpresa.

"Entendo que alguns dos meus clientes estejam zangados comigo", disse Dworman, que, no entanto, opinou que "não pode haver uma sentença definitiva sobre uma pessoa que faz algo ruim".

"Não pensei que fosse reaparecer tão cedo", acrescentou o proprietário do bar.

Louis C.K. é um dos artistas mais respeitados na comédia americana, reúne habitualmente dezenas de milhares de pessoas nas suas apresentações ao vivo e é o criador da popular série de televisão "Louie".

Após a divulgação das acusações, a "HBO" anunciou que as produções que Louis C.K. desenvolveu em colaboração com a emissora, entre elas a série "Lucky Louie", foram eliminadas dos catálogos dos seus serviços.