PUBLICIDADE
Topo

Internacional

OEA convoca sessão extraordinária sobre crise migratória de venezuelanos

29/08/2018 17h59

Washington, 29 ago (EFE).- A Organização dos Estados Americanos (OEA) convocou nesta quarta-feira para o próximo dia 5 de setembro uma sessão extraordinária do seu Conselho Permanente para abordar a "crise migratória" originada pela situação na Venezuela, segundo consta da convocação.

O documento, tornado público hoje, detalha que durante a sessão discursarão o secretário-geral da OEA, Luis Almagro; representantes da Organização Internacional de Migração (OIM); assim como integrantes do Escritório do Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

A embaixadora da Costa Rica na OEA, Rita María Hernández Bolaños, foi a encarregada de emitir a convocação, uma vez que ocupa temporariamente a presidência do Conselho Permanente.

Hernández Bolaños aceitou assim o pedido que Almagro tinha formulado no dia 20 de agosto em carta para que convocasse uma reunião do Conselho em um prazo de duas semanas com o objetivo de abordar a crise migratória causada pela situação na Venezuela.

Em um fórum realizado ontem em Santo Domingo, Almagro já havia antecipado que o Conselho Permanente se reuniria na próxima semana para abordar a saída maciça de venezuelanos, que considerou "o maior êxodo que existiu na história do hemisfério ocidental".

Segundo a OIM e o Acnur, cerca de 2,3 milhões de venezuelanos vivem atualmente fora do seu país. Mais de 1,6 milhão saíram desde 2015 da Venezuela e 90% se encontra em outras partes da América Latina.

A Venezuela perdeu mais de 40% do seu Produto Interno Bruto (PIB) nos últimos quatro anos e registra uma inflação disparada que pode alcançar 1.000.000% este ano, de acordo com dados do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Internacional