PUBLICIDADE
Topo

Escritório de política democrata é esvaziado na Flórida por pacote suspeito

24/10/2018 13h42

Miami, 24 out (EFE).- O escritório da congressista democrata Debbie Wasserman Schultz na cidade de Sunrise, no sul da Flórida, nos Estados Unidos, foi evacuado nesta quarta-feira pela presença de um "pacote suspeito", informou a polícia local.

Este incidente acontece no mesmo dia em que foram interceptados potenciais dispositivos explosivos dirigidos à ex-candidata presidencial Hillary Clinton e ao ex-presidente Barack Obama. Além disso, outro pacote suspeito foi descoberto no complexo Time Warner Center em Nova York, onde fica a sede da emissora "CNN", que teve que ser evacuado.

As autoridades de Sunrise emitiram um "alerta" através do Twitter no qual pediam aos cidadãos que se mantivessem distantes do edifício.

O policial Chris Piper disse que um pacote foi encontrado no edifício, onde também funciona a sede de um órgão público local, mas que o mesmo "não estaria necessariamente endereçado a Debbie Wasserman Schultz".

Piper disse ao jornal "Sun Sentinel" que o esquadrão antibomba foi enviado ao local para analisar o conteúdo do pacote, enquanto os funcionários de todo o edifício foram retirados do recinto como medida de precaução.

Ao local também se deslocaram efetivos do corpo de bombeiros, segundo mostram as imagens de televisão de emissoras locais.

Ainda não se sabe se a congressista estava em seu escritório no momento da evacuação. Debbie deve participar hoje em um ato eleitoral na cidade de Coral Cables com Hillary Clinton e a candidata democrata à Câmera dos Representantes federal, Donna Shalala.

Além dos potenciais dispositivos explosivos dirigidos ao casal Clinton em Westchester (Nova York) e à residência dos Obama em Washington, ontem a polícia interceptou outro pacote que foi enviado ao magnata George Soros, no norte do estado de Nova York.