PUBLICIDADE
Topo

Turquia prende russo suspeito de ser cúmplice do ataque no réveillon de 2016

24/12/2018 13h46

Istambul, 24 dez (EFE).- A Turquia prendeu nesta segunda-feira um cidadão russo suspeito de ser um importante terrorista e que estaria envolvido no massacre ocorrido em Istambul no réveillon de 2016.

A Promotoria de Adana, cidade no sul do país, informou que o russo, identificado apenas com a sigla A.G., é de origem chechena e estava viajando com documentos falsos da Síria quando foi preso.

Os investigadores descobriram que as digitais de A.G. correspondem às encontradas na casa em Istambul onde vivia o uzbeque Abdulkadir Masharipov, autor do atentado contra uma boate turca no réveillon de 2016, que deixou 39 pessoas mortas.

O Ministério Público acredita que A.G. estaria preparando um outro atentado similar para o réveillon deste ano na Turquia.

Durante a prisão, os agentes apreenderam várias fotos que mostram o suspeito armado, assim como imagens de materiais para fabricar explosivos, segundo o Ministério Público.

De acordo com o governo da Turquia, A.G já teria realizado ataques em nome da Al Qaeda na Chechênia, em 2011. Ele entrou na Turquia pela primeira vez em 2013 e começou a realizar breves viagens para a Síria a partir do ano seguinte.

Em 2017, o terrorista foi para o Egito, mas logo voltou para a Síria, onde teria realizado ataques para o Fatah al Sham, um dos sucessores da Frente al Nusra, a filial da Al Qaeda no país. EFE