PUBLICIDADE
Topo

Ministro dos Transporte do Egito pede demissão após acidente de trem

27/02/2019 11h32

Cairo, 27 fev (EFE).- O ministro dos Transporte do Egito, Hisham Arafat, apresentou sua demissão após o acidente de trem que nesta quarta-feira deixou pelo menos 20 mortos e 40 feridos na estação central do Cairo.

O primeiro-ministro, Mustafa Madbuli, aceitou a demissão de Arafat, segundo informou a televisão oficial egípcia.

Uma locomotiva se chocou contra uma das plataformas da estação de ferrovia Ramses do Cairo, causando uma explosão e um posterior incêndio que deixou dezenas de mortos e feridos, segundo números do Ministério da Saúde.

Uma fonte de segurança indicou à Agência Efe que a informação preliminar das autoridades até o momento é que a locomotiva entrou com excesso de velocidade na estação.

O Governo egípcio anunciou imediatamente a formação de um comitê de investigação para determinar as razões do acidente e estabelecer as responsabilidades.

No Egito são frequentes os acidentes ferroviários devido ao mal estado das vias e dos veículos, assim como à falta de um sistema moderno de sinalização e controle de tráfego.

A estação de Ramses é a principal do Cairo, por onde passam os trens para todas as províncias do país e costuma ser muito movimentada.

As forças de segurança tiveram que evacuar o local para controlar o incêndio. EFE