PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro que estava à deriva reativa motores e chega a porto na Noruega

24/03/2019 13h46

Copenhague, 24 mar (EFE).- O cruzeiro norueguês Viking Sky, que no sábado apresentou uma falha mecânica nos motores em meio a fortes ventos e ondas, chegou neste domingo ao porto de Molde para realizar o desembarque dos demais passageiros, após 463 das 1.373 pessoas a bordo terem sido resgatadas enquanto a embarcação estava à deriva.

Os serviços de resgate prepararam uma grande operação de emergência no porto para atender todos os passageiros e a tripulação nesta tarde.

Três dos quatro motores foram reativados horas antes, o que permitiu que o cruzeiro voltasse a se locomover por conta própria, depois de ter sido rebocado por duas embarcações.

O Vikings Sky, que ficou ancorado na noite anterior após a falha ocorrida nos motores, começou a ser rebocado por um navio pela frente e outro por trás no começo da manhã deste domingo.

Foi então que a evacuação dos passageiros acabou sendo suspensa, devido à complexidade de se realizar a transferência dos passageiros até os helicópteros de salvamento diante de fortes ondas e ventos.

As autoridades do município de Fraena, onde foi disponibilizado um centro de amparo para os resgatados, informaram que 17 dos evacuados precisaram ser hospitalizados.

O navio Viking Sky realizava o trajeto previsto para 14 dias entre Tromso (norte da Noruega) e Stavanger (sul) com 915 passageiros a bordo e uma tripulação de 458 pessoas, quando ficou praticamente à deriva por causa de um defeito nos motores. EFE