Topo

Catalunha tem dia de greve geral após noite de distúrbios com onze detidos

Manifestantes seguram bandeira pró-independência da Catalunha em Barcelona - Lluis Gene/AFP
Manifestantes seguram bandeira pró-independência da Catalunha em Barcelona Imagem: Lluis Gene/AFP

18/10/2019 12h58

A Catalunha vive hoje um dia de greve geral convocada por sindicatos para protestar contra a condenação de nove líderes separatistas e que segue a uma noite de distúrbios com pelo menos 11 detidos.

Os dados provisórios fornecidos hoje pela polícia catalã apontam que 11 pessoas foram detidas (cinco em Girona, três em Tarragona, dois na região central e uma em Barcelona).

A capital da Comunidade Autônoma foi palco ontem de distúrbios violentos pela quarta noite consecutiva, que desta vez tiveram como protagonistas os ultradireitistas que entraram em confronto com radicais independentistas.

Hoje, grupos de manifestantes fecharam a estrada AP-7, na altura da cidade de Girona, e a AP-2, em Tarrés (Lérida), perto da fronteira com a França, assim como em cerca de 20 vias catalãs.

Em Girona, um grupo de manifestantes havia se concentrado em frente à estação de trem de alta velocidade (AVE), protegida por um dispositivo policial.

Fontes da Transportes Metropolitanos de Barcelona (TMB) informaram à Agência Efe que o serviço de metrô e ônibus funcionam com 50% de sua capacidade como determinado pelo Governo autônomo.

Internacional