PUBLICIDADE
Topo

Diretor de hospital visitado por Putin dá positivo para o novo coronavírus

31/03/2020 21h02

Moscou, 31 mar (EFE).- O diretor de um hospital visitado na semana passada pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, foi diagnosticado como infectado pelo novo coronavírus, segundo divulgou nesta terça-feira a emissora de televisão local "Rossiya 24".

Denis Protsenko comanda uma unidade de saúde na cidade de Kommunarka, nos arredores de Moscou, onde acabou sendo internado, de acordo com a agência de notícias "Interfax".

Posteriormente, o próprio diretor do hospital divulgou pelas redes sociais que deu positivo para o novo coronavírus.

"Me sinto bem. Estou isolado em meu escritório, onde tenho todas as condições de trabalhar de maneira remota, de dirigir o hospital e dar consultas médicas pelo computador", escreveu Protsenko no perfil que mantém no Facebook.

O médico se encontrou com Putin na semana passada, quando o chefe de governo foi vistoriar a estrutura montada para receber os pacientes diagnosticados com Covid-19. Na ocasião, nenhum dos dois utilizou máscaras de proteção.

Pouco depois da divulgação do resultado do diretor do hospital, o porta-voz da presidência russa, Dmitry Peskov, garantiu que não há risco para o chefe de governo.

"Putin é submetido a testes de maneira regular. Está tudo bem", garantiu.

De acordo com os dados mais recentes divulgado pelo governo da Rússia, foram registrados 2.337 casos de infecção pelo novo coronavírus, sendo que 17 pessoas morreram.

Notícias