PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Em resposta aos EUA, China diz que foco deve estar no combate à covid-19

9.nov.2017 - Os presidentes da China e dos EUA, Xi Jinping e Donald Trump, chegam para jantar no Grande Salão do Povo, em Pequim - Thomas Peter - Pool/Getty Images
9.nov.2017 - Os presidentes da China e dos EUA, Xi Jinping e Donald Trump, chegam para jantar no Grande Salão do Povo, em Pequim Imagem: Thomas Peter - Pool/Getty Images

07/05/2020 15h07

Genebra (Suíça), 6 mai (EFE) - O embaixador da China para a ONU em Genebra, na Suíça, Chen Xu, afirmou hoje que o país entende que a atenção do mundo deve estar em conter a propagação da covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, e não investigar a origem do patógeno, como sugere os Estados Unidos.

"A prioridade é salvar vidas, e se falamos de investigações ou avaliações, precisamos de uma boa atmosfera. Não podemos permitir críticas motivadas por razões políticas. Isso é um vírus político que se dissemina e precisa parar", disse o diplomata, que também representa o governo chinês junto a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Chen Xu garantiu que analisar como foi a atuação de cada país é benéfico para todos e deve ser feito depois de cada emergência sanitária internacional, como aconteceu recentemente com a epidemia do ebola, para que o mundo fique melhor preparado para encarar situações semelhantes no futuro.

O diplomata garantiu que as acusações de que a China escondeu informações da OMS sobre a origem do novo coronavírus são "absurdas e ridículas", assim como as ameaças de pedidos de indenização por danos à economia.

O presidente dos EUA, Donald Trump, já afirmou publicamente que o SARS CoV-2, nome científico do novo coronavírus, foi criado artificialmente em laboratório da cidade de Wuhan. Ontem, em entrevista, o secretário de Estado do país, Mike Pompeo, repetiu a mesma versão.

Na segunda-feira, a chefe do Departamento de Doenças Emergentes da OMS, Maria Van Kerkhove, garantiu que a organização confirma que a origem do causador da covid-19 é animal, já que o patógeno circula de forma ancestral entre os morcegos e que é preciso entender que foi a ponte entre o mamífero voador e o homem.

"De todas as evidências que vimos em todas as sequências genéticas que estão disponíveis, e acredito que há mais de 15 mil, este vírus tem uma origem natural", garantiu Van Kerkhove.

Chen Xu acusou existir uma "mentalidade na classe política dos EUA, que culpa a China por tudo", enquanto tenta desviar a atenção do que classificou como fracasso do governo americano de conter a propagação do novo coronavírus. O diplomata garantiu que pode haver pesquisa sobre o tema, mas de forma multilateral.

"Se falarmos de intercâmbio e cooperação internacional, sim, mas uma investigação como a que fala os Estados Unidos é outra coisa", garantiu.

Coronavírus