PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Chile supera 9 mil mortes por covid-19, e se aproxima de 350 mil casos

Segundo dados do último boletim, 316.169 dos doentes já se recuperaram da covid-19 - Martin Bernetti/AFP
Segundo dados do último boletim, 316.169 dos doentes já se recuperaram da covid-19 Imagem: Martin Bernetti/AFP

De Santiago

26/07/2020 00h37

O Ministério da Saúde do Chile informou neste sábado que 106 mortes por covid-19 foram contabilizadas nas últimas 24 horas, elevando para 9.020 o total desde o início da pandemia.

Desde o boletim divulgado na sexta-feira, o país computou 2.287 novos casos, totalizando 343.592, dos quais 316.169 dos doentes já se recuperaram. Entre os novos casos, 1.752 apresentaram sintomas, 399 ficaram assintomáticos e 136 não tiveram dados informados.

As autoridades informaram ainda que 1.612 pacientes estão internados em unidades de terapia intensiva, 1.312 deles conectados a respiradores mecânicos e 245 em estado crítico.

As autoridades têm relatado nas últimas semanas uma leve melhoria nos casos de coronavírus no país e apresentaram um plano de desconfinamento em cinco fases a ser aplicado de forma diferente em cada localização, de acordo com a situação de cada uma delas.

As cinco fases deste plano de descontaminação, chamado "Passo a Passo", são: quarentena, transição, preparação, abertura inicial e abertura avançada. O plano permite retrocessos nas etapas caso a situação piore em algum lugar.

Em virtude das novas medidas anunciadas na semana passada, a partir deste sábado os maiores de 75 anos de idade, que desde maio estão em quarentena como grupo de risco, poderão sair para passear em horários limitados.

Este grupo poderá sair uma vez por dia durante uma hora entre 10h e 12h ou entre 15h e 17h, dependendo das preferências. Os passeios serão permitidos às segundas, quintas e sábados nos lugares em quarentena ou em transição; e todos os dias, nos mesmos horários, em locais em preparação ou em abertura inicial.

Coronavírus