PUBLICIDADE
Topo

Trump quebra acordo com emissora e divulga entrevista que acabou em discussão

Donald Trump participa de debate em Nashville, no Tennessee - Pool / Getty Images / AFP
Donald Trump participa de debate em Nashville, no Tennessee Imagem: Pool / Getty Images / AFP

EFE

23/10/2020 01h17

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, quebrou um acordo com a emissora "CBS" nesta quinta-feira, ao divulgar antecipadamente uma entrevista que ele mesmo interrompeu abruptamente por considerar "inapropriadas" as perguntas que estavam sendo feitas.

A entrevista gravada de Trump foi no programa "60 Minutes", que é exibido nas noites de domingo e é um dos espaços mais influentes da televisão americana.

"Vejam o viés, o ódio e a falta de educação do '60 Minutes' e da 'CBS'", disse o presidente nesta quinta-feira no Twitter, ao publicar um link para a sua página no Facebook, onde publicou a entrevista não editada, que dura quase 38 minutos.

No vídeo, Trump gradualmente contesta perguntas mais desafiadoras da jornalista Lesley Stahl sobre o novo coronavírus, o acesso à saúde e o seu comportamento nas redes sociais.

Quase no final do vídeo, Stahl disse a Trump: "Eu não queria ter este tipo de entrevista", e o mandatário reclamou que seu rival eleitoral, o candidato democrata, Joe Biden, não recebe perguntas tão "duras", enquanto acusa a jornalista de fazer perguntas "inadequadas" desde o início.

"Não, eu lhe disse que faria perguntas duras", respondeu Stahl, lembrando a Trump que ele é o presidente dos Estados Unidos e, portanto, deve ser capaz de responder a tais perguntas.

Após essa discussão, a entrevista terminou e o presidente se recusou a participar de uma caminhada e uma conversa previamente combinadas que contariam com a participação do vice-presidente americano, Mike Pence.

Em comunicado, a "CBS" criticou Trump pela "decisão sem precedentes" de ignorar o acordo que havia sido feito com a emissora e reiterou que ainda planeja exibir a entrevista completa neste domingo para fornecer contexto. A "CBS" também transmitirá uma entrevista com Biden no domingo.

A decisão do presidente de publicar a entrevista com antecedência vem no mesmo dia do último debate entre os dois candidatos antes das eleições de 3 de novembro.

O último debate presencial será realizado em Nashville, no estado do Tennessee, e será moderado pela repórter da "NBC News" Kristen Welker, a qual Trump disse considerar "muito pior" do que Stahl, da "CBS". EFE

bpm/vnm