PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
2 meses

Cuba tem manhã tranquila após dia de protestos contra o governo

Cuba amanheceu tranquila, sem serviço de internet móvel e com clima de incerteza sobre a sequência dos protestos populares contra o governo - Anadolu Agency/Anadolu Agency via Getty Images
Cuba amanheceu tranquila, sem serviço de internet móvel e com clima de incerteza sobre a sequência dos protestos populares contra o governo Imagem: Anadolu Agency/Anadolu Agency via Getty Images

12/07/2021 15h38Atualizada em 12/07/2021 16h10

Cuba amanheceu tranquila, sem serviço de internet móvel e com clima de incerteza sobre a sequência dos protestos populares contra o governo do país, que aconteceram ontem por todo o território, em meio a pior crise loca nos setores econômico e sanitário.

O serviço de internet dos telefones celulares permanece cortado desde ontem, por volta de meio-dia, o que dificultou para que se saiba da real situação no país, especialmente no interior, e sobre o andamento das manifestações.

Após dezenas de detenções ocorridas neste domingo, ativistas e opositores denunciaram nas redes sociais que várias pessoas que foram presas permanecem desaparecidas, após terem participado dos atos, especialmente em Havana.

Durante a noite de ontem e durante a madrugada, foram feitas diversas denúncias, com vídeos mostrando repressão e violência policial em cidades da ilha. A Agência Efe, no entanto, não conseguiu confirmar a veracidade das imagens.

Protestos no país

Milhares de cubanos tomaram às ruas para protestar contra o governo, em um dia inédito de atos contrários ao regime, em dia marcado por detenções e confrontos. As manifestações ocorreram depois que Díaz-Canel convocou apoiadores à ir as ruas para enfrentar manifestantes e defender a Revolução Cubana.

As manifestações surgiram em um momento de forte crise em Cuba, que sofre com a escassez de medicamentos e produtos básicos, além de passar pela terceira e pior onda de covid-19 até então.

Internacional