PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
8 meses

Furacão Sam ganha força e volta à categoria 4 no Atlântico

28/09/2021 17h26

Miami, 28 set (EFE).- O furacão Sam voltou a se fortalecer e avançava pelo Atlântico nesta terça-feira rumo ao noroeste com ventos máximos sustentados de 215 km/h, segundo confirmou um avião caçador de furacões nesta manhã.

Às 6h (horário de Brasília), o sétimo furacão de 2021 no Atlântico estava localizado 980 quilômetros a leste do arquipélago de Sotavento, que faz parte das Pequenas Antilhas.

Anguilla, Antígua e Barbuda, São Bartolomeu, Monserrat, Guadalupe Dominica, Saba e São Cristóvão e Nevis são as principais ilhas de Sotavento.

Após um enfraquecimento na segunda-feira, Sam recuperou a categoria 4 (de um máximo de 5) na escala Saffir-Simpson e nos próximos dias pode oscilar em intensidade mais vezes, mas continuará sendo um sistema potente até o final da semana, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês).

O furacão se deslocava nesta terça-feira rumo ao noroeste a 15 km/h, e o NHC espera que essa movimentação continue junto com um aumento na velocidade de translação a partir de quinta-feira, para seguir ao norte na sexta-feira.

De acordo com a trajetória prevista, Sam passará muito ao nordeste das ilhas de Sotavento na quarta-feira e na quinta-feira. Os ventos com força de furacão são sentidos a 65 quilômetros do centro e os de tempestade tropical a 205 quilômetros.

Não há vigilância costeira ou avisos em vigor neste momento, embora o NHC tenha previsto que as ondas geradas por Sam atingirão a as Pequenas Antilhas durante vários dias. As fortes ondas chegarão a Bermudas e Bahamas no meio da semana e depois à costa leste dos EUA. EFE

ar/vnm

(foto)