PUBLICIDADE
Topo

ONU fala em interferência de autoridades na entrega de ajuda na Síria

28/05/2016 00h12

Chefe Humanitário considera “repreensível” uso de cerco e fome como armas de guerra;  áreas sitiadas têm cerca de 592.700 pessoas; locais são controlados pelo governo, Isil e outros grupos armados. Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque. O subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários disse esta sexta-feira ao Conselho de Segurança que há uma [...]