Presidente Xi se consagra como "líder central" da China, ao lado de Mao e Deng

Por Michael Martina e Benjamin Kang Lim

PEQUIM (Reuters) - O Partido Comunista da China deu ao presidente do país, Xi Jinping, o título de "líder central" nesta quinta-feira, colocando-o em pé de igualdade com homens fortes do passado como Mao Tsé-Tung e Deng Xiaoping, mas indicou que seu poder não será absoluto.

Um longo comunicado divulgado pelo partido após uma reunião a portas fechadas de quatro dias com as principais autoridades em Pequim enfatizou que se deve preservar a importância da liderança coletiva.

    O sistema de liderança coletiva "sempre deve ser seguido e não deveria ser violado por nenhuma organização ou indivíduo em nenhuma circunstância e por nenhuma razão", disse o comunicado.

    Mas todos os membros do partido deveriam "se unir estreitamente ao redor do Comitê Central, com o Camarada Xi Jinping em seu centro", afirmou o documento, veiculado por meio da mídia estatal.

O título de "líder central" assinala um fortalecimento significativo da posição de Xi antes de um congresso partidário crucial no ano que vem, no qual um novo Comitê Permanente, a instância mais alta do poder na China, será constituído.

Desde que assumiu o cargo quase quatro anos atrás, Xi consolidou seu poder rapidamente, o que incluiu liderar um grupo que conduziu reformas econômicas e indicar a si mesmo como comandante-em-chefe dos militares, embora já controle as Forças Armadas por dirigir a Comissão Militar Central.

Embora seja chefe do partido, dos militares e do Estado, Xi ainda não havia recebido o título de "central".

Deng cunhou o termo "líder central". Ele disse que Mao, ele mesmo e Jiang Zemin eram líderes centrais, significando que tinham autoridade quase absoluta e não deviam ser questionados.

O congresso, que antes acontecia a cada cinco anos, será realizado na segunda metade de 2017, e Xi irá tentar incluir no Comitê Permanente tantos de seus colaboradores quanto possível.

(Reportagem adicional de Sue-Lin Wong)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos