Disputas entre milícias em cidade da República Centro-Africana matam 25

BANGUI (Reuters) - Disputas entre grupos de milícias na República Centro-Africana mataram 25 pessoas incluindo policiais pegos em uma emboscada, disse o órgão de manutenção da paz da ONU no país, Missão das Nações Unidas na República Centro-Africana, conhecido como Minusca.

O órgão condenou a violência ao redor da cidade central de Bambari e apelou aos dois grupos de milícias por trás das disputas que respondam a um convite do presidente Faustin-Archange Touadéra para conversas.

"Seis policiais e quatro civis perderam suas vidas na sexta-feira de manhã em uma emboscada na estrada de Bambari-Grimari. Um dia antes, disputas entre elementos dos anti-Balaka e ex-Seleka causaram 15 mortes e um vários feridos", disse a Minusca.

Não foram feitos comentários por parte do governo ou dos grupos de milícia imediatamente após o ocorrido.

A República Centro-Africana tem sido afetada pela violência inter-religiosa e inter-comunitária desde 2013, quando a maioria de rebeldes muçulmanos Seleka tomou o poder, levando a represálias da milícia anti-Balaka, que atrai alguns de seus combatentes da população cristã do país.

O nível de violência tem caído desde a eleição em fevereiro, que trouxe o presidente Faustin-Archange Touadéra ao poder e que foi apresentada como um passo em direção à reconciliação, mas continua frequente.

(Por Matthew Mpoke Bigg)

(Por Flavia Bohone; Edição de)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos