Mais de 800 voos da Lufthansa são cancelados com intensificação de disputa trabalhista

BERLIM (Reuters) - A companhia aérea alemã Lufthansa cancelou cerca de 830 voos nesta sexta-feira devido a uma greve dos pilotos, e viagens de longa distância no fim de semana vão sofrer interrupções, à medida que a disputa trabalhista se intensifica.

A Lufthansa, uma das maiores companhias aéreas da Europa, cancelou mais de 2.600 voos desde que pilotos representados pelo sindicato Vereinigung Cockpit (VC) entraram em greve na quarta-feira, interrompendo planos de viagem para mais de 315.000 passageiros.

O sindicato aumentou a pressão sobre a direção da companhia e estendeu a greve pela terceira vez na quinta-feira, dizendo que todos os voos de longa distância que sairão da Alemanha no sábado serão afetados até a meia-noite. A greve na sexta-feira afetava voos de curta e média distâncias.

A greve dos pilotos é a 14ª paralisação desde o início de 2014. O sindicato quer um aumento salarial anual médio de 3,7 por cento para 5.400 pilotos na Alemanha durante um período de cinco anos a partir de 2012. A Lufthansa ofereceu 2,5 por cento ao longo de seis anos até 2019.

(Reportagem de Caroline Copley)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos