Terremoto de 7.7 atinge sul do Chile e provoca a evacuação de 4 mil pessoas

SANTIAGO (Reuters) - Um terremoto de 7.7 pontos na escala Richter foi registrado neste domingo na região de Puerto Montt, no sul do Chile, gerando um alerta de tsunami - depois reduzido - e obrigando à evacuação de 4 mil moradores da região de Los Lagos.

O primeiro alerta de tsunami foi emitido logo depois do registro do terremoto pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) para uma área de mil quilômetros ao redor do epicentro do tremor, a 225 quilômetros de Puerto Montt.

O alerta foi posteriormente reduzido, mas o chefe do Serviço Nacional Chileno de Emergência, Ricardo Toro, afirmou que o alerta continua em vigor no Chile e repetiu o chamado para que os moradores de Los Lagos deixem as praias e procurem áreas elevadas. De acordo com Toro, não há registros de vítimas.

O terremoto teve uma profundidade de 34,6 quilômetros, de acordo com o USSG. Jornais argentinos e chilenos registraram que o tremor pode ser sentido na cidade argentina de Bariloche.

Não há também registros de problemas nas principais minas de cobre localizadas na região, uma dos maiores centros produtores do minério no mundo. A estatal petrolífera chilena ENAP também informou que não há registro de problemas em sua refinaria Bio Bio, que continua operando normalmente.

O Chile tem uma longa história de terremotos mortais, incluindo o de 2010 que chegou a 8.8 na escala Richter. O sismo, na região costeira sul, provocou um tsunami que devastou cidades na costa do país.

(Por Felipe Iturrieta)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos