Parceiro de George Michael fala sobre a tristeza de tê-lo encontrado morto

LONDRES (Reuters) - O parceiro de George Michael falou sobre a tristeza em encontrar o músico de 53 anos, um ídolo pop dos anos 1980 e 1990 que vendeu milhões de álbuns, morto em sua casa em Oxfordshire na manhã de Natal.

A polícia britânica disse que a morte de Michael, que teve uma vida particular turbulenta e problemas com drogas, foi "inexplicada, mas não suspeita". Seu agente, Michael Lippman, disse que o cantor morreu por um problema cardíaco, de acordo com a BBC.

"É um Natal que eu nunca esquecerei, encontrar seu parceiro morto na cama pela manhã", disse Fadi Fawas, 43 anos, em um tuíte postado no fim da segunda-feira. "Eu nunca deixarei de sentir sua falta".

Os fãs de Michael continuam a prestar homenagens em suas casas no norte de Londres e na mansão em que ele morreu, deixando flores, cartões e velas. Artistas como Madonna, Paul McCartney e Elthon John elogiaram seu talento e grande senso de humor.

(Por Edward Baran)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos