Ministro alemão pede proibição a rótulos enganosos de produtos vegetarianos

BERLIM (Reuters) - O ministro da Agricultura da Alemanha pediu nesta quarta-feira uma proibição aos rótulos de "pseudo-carnes" como "schnitzel vegetariano" e "salsicha de curry vegano", argumentando que eles enganam consumidores.

Em uma terra famosa por seu amor à salsicha e outros pratos suínos e bovinos como o schnitzel, o ministro aparentou estar apoiando a associação de abatedouros alemães, que também solicitou uma probição aos termos.

"Eu não quero que nós finjamos que esses pratos de "pseudo-carnes" sejam pratos de carne", disse o ministro Christian Schmidt ao jornal diário Bild.

Schmidt, um bávaro, pediu à Comissão Europeia que considere estender as regras sobre a rotulagem de produtos que afetam leites e queijos à carne, disse seu porta-voz em uma coletiva de imprensa do governo.

"Queremos criar clareza e transparência em um mercado em crescimento", disse o porta-voz.

(Por Madeline Chambers)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos