Zâmbia convoca Força Aérea para ajudar no combate a lagartas em lavouras de milho

LUSAKA (Reuters) - O presidente da Zâmbia, Edgar Lungu, determinou nesta quarta-feira que a Força Aérea se una a outras agências do governo em uma operação de emergência para conter a propagação de pragas que invadiram os campos de milho em diversas partes do país.

Lagartas que são capazes de dizimar campos inteiros de milho foram encontradas em cerca de seis das dez províncias da Zâmbia, disse o secretário da Agricultura, Julius Shawa.

Na quarta-feira, a Força Aérea da Zâmbia começou a transportar pesticidas para as quatro províncias mais afetadas e vai se unir ao Ministério da Agricultura e à Unidade de Gerenciamento e Redução de Desastres em resposta à crise, disse o porta-voz da presidência, Amos Chanda, em comunicado.

No entanto, a Força Aérea não vai se encarregar da pulverização aérea dos pesticidas.

"O presidente está preocupado que, se o controle não for feito rapidamente, a produtividade da safra 2016/17 poderá ser afetada negativamente", disse Chanda.

(Por Chris Mfula)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos