Sede da PF em Curitiba tem início de incêndio na madrugada, Lava Jato não é afetada

SÃO PAULO (Reuters) - A sede da Polícia Federal em Curitiba teve um princípio de incêndio na madrugada desta segunda-feira, mas o fogo foi rapidamente controlado e não houve impacto sobre os trabalhos da operação Lava Jato ou sobre os presos que estão detidos na carceragem do local, informou a PF.

Em nota, a Polícia Federal que o princípio de incêndio aconteceu em uma sala no subsolo da superintendência da PF na capital paranaense, onde estão presos alguns dos envolvidos na Lava Jato, como o ex-presidente da Odebrecht Marcelo Odebrecht.

"Ressaltamos que o início de fogo foi controlado rapidamente, que não houve qualquer prejuízo aos custodiados, assim como aos trabalhos relativos à Operação Lava Jato", afirmou a PF em nota.

"Peritos da PF já trabalham para levantar as causas e em virtude disso não haverá expediente no dia de hoje", acrescentou o comunicado.

A PF em Curitiba concentra os trabalhos de investigação da Lava Jato e tem sido responsável também pelos indiciamentos de acusados que geram denúncias do Ministério Público Federal à Justiça.

(Reportagem de Eduardo Simões)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos