África diz a Fifa que quer 10 vagas em Copa do Mundo ampliada

Por Mark Gleeson

JOANESBURGO (Reuters) - A África pretende dobrar o número de vagas de que dispõe em uma Copa do Mundo ampliada, disseram os presidentes das associações de futebol do continente à Fifa.

Os africanos querem ao menos 10 lugares no Mundial de 48 seleções que Gianni Infantino, presidente da entidade que administra o esporte, propôs para 2026 em diante, já que o continente endossou com fervor os planos de expansão do torneio.

"Todas as associações apoiam a ideia de expandir a Copa do Mundo, e existe a esperança de que a África pode ter 10 lugares no futuro", disse o chefe da federação sul-africana, Danny Jordaan, nesta quarta-feira.

Isso seria o dobro das cinco vagas que o continente terá nas duas próximas Copas, a da Rússia no ano que vem e a do Catar em 2022.

A Europa almeja um mínimo de 16 vagas, mais que suas 13 atuais, e quer que suas equipes sejam separadas nas rodadas iniciais de grupos de três seleções, nas quais as duas primeiras colocadas avançarão para uma fase eliminatória de 32 times, de acordo com os planos aprovados pela Fifa neste mês.

Atualmente com 4,5 vagas, a Ásia deve obter de oito a nove lugares, e a América do Sul, que tem 10 países-membros e também conta com 4,5 vagas, deve ficar com seis.

A região da Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (Concacaf) ficaria com 6,5 vagas, mais que suas 3,5 atuais, e a Oceania, a pequena confederação das Ilhas do Pacífico, ficaria com uma vaga automática no Mundial, ao invés de meia.

Playoffs intercontinentais entre países com meia vaga determinariam os lugares adicionais na competição. A distribuição definitiva de vagas terá que ser aprovada pelo Conselho da Fifa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos