Presidente do BC do Japão diz que chance de mais corte de juros é pequena por enquanto

TÓQUIO (Reuters) - O presidente do banco central do Japão, Haruhiko Kuroda, disse nesta quarta-feira que as chances de o Banco do Japão aprofundar as taxas de juros negativas é baixa por enquanto, dando suporte às expectativas do mercado de que nenhum afrouxamento monetário adicional será anunciado no futuro próximo.

Kuroda disse que o crescimento econômico do Japão está acelerando e mantendo a inflação no caminho certo para atingir a meta de 2 por cento do banco central durante o ano fiscal que termina em março de 2019, em linha com as últimas previsões trimestrais feitas em novembro.

"O Banco do Japão está, é claro, pronto para afrouxar ainda mais se necessário para atingir seu objetivo de inflação de 2 por cento", disse o presidente do banco central ao Parlamento.

"Com o crescimento econômico acelerando, no entanto, a chance de aprofundar as taxas negativas é baixa", disse ele, quando questionado sobre o impacto que a política monetária do banco central está tendo nos lucros dos bancos regionais.

"Ainda há uma certa distância da nossa meta de inflação de 2 por cento, por isso é necessário manter o forte afrouxamento monetário para alcançar a meta o mais rápido possível", disse ele.

(Por Leika Kihara)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos