Bitcoin atinge pico em 3 anos e se aproxima de máxima recorde por conversas sobre aprovação de ETF nos EUA

LONDRES (Reuters) - A moeda digital bitcoin atingiu seus níveis mais altos em mais de três anos nesta quinta-feira e ficou a 3 dólares de alcançar o pico histórico, com a especulação de que o primeiro fundo indexado (ETF) a bitcoin receba aprovação do regulador financeiro dos EUA.

Agentes financeiros tradicionais em grande parte têm evitado a "cripto-moeda" baseada na web, vendo-a como muito volátil, complicada e arriscada, e duvidado de seu valor inerente.

A bitcoin já avançou cerca de 17 por cento este ano e subiu mais 3 por cento nesta sessão, batendo 1.160 dólares por bitcoin na bolsa europeia Bitstamp, apenas um pouco abaixo da máxima histórica de 1.163 dólares alcançada em novembro de 2013.

Alguns analistas dizem que a aprovação regulatória de um ETF de bitcoin tornaria a moeda relativamente atraente para o mercado de investidores institucionais, muitas vezes mais cauteloso.

Três ETFs lastreadas no valor de bitcoin tiveram pedido registrado para aprovação da Securities and Exchange Commission (SEC), o órgão regulador do mercado financeiro dos EUA.

A SEC decidirá até 11 de março se aprova um pedido apresentado há quase quatro anos pelos empresários Cameron e Tyler Winklevoss. Se aprovado, seria o primeiro ETF de bitcoin emitido e regulado por uma entidade dos EUA.

Durante o ano passado, os maiores movimentos diários da Bitcoin foram em torno de 10 por cento - muito voláteis em comparação com as moedas tradicionais, mas muito menores do que as oscilações diárias de até 40 por cento observadas em 2013.

(Por Jemima Kelly)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos