Vardy diz não se arrepender de rejeitar Arsenal para continuar no Leicester

(Reuters) - O atacante Jamie Vardy, do Leicester City, disse não se arrepender por ter rejeitado uma transferência para o Arsenal no final da temporada passada, apesar da má fase do atual campeão inglês.

Vardy, que marcou 24 gols na Liga Inglesa durante a campanha vencedora do Leicester, teve a cláusula de liberação de seu contrato acionada pelo Arsenal, mas escolheu assinar uma extensão de quatro anos com o Leicester em junho.

Após triunfo na temporada passada, o Leicester luta contra o rebaixamento e está um ponto e uma posição acima dos últimos três colocados. Em contraste, o Arsenal é quarto na Liga Inglesa, com 50 pontos, 29 à frente do Leicester, com 13 jogos restantes.

O atacante da seleção inglesa está longe de sua melhor forma, tendo marcado somente sete gols em 33 partidas. No entanto, Vardy, de 30 anos, acabou com seu jejum de nove partidas durante a vitória na Liga dos Campeões por 2 x 1 na quarta-feira sobre o Sevilha.

Quando perguntado sobre um eventual arrependimento de não ter se juntado ao Arsenal, Vardy disso: "Nenhum arrependimento".

A fase ruim do clube inglês gerou dúvidas sobre o futuro do técnico Claudio Ranieri, apesar do time expressar publicamente apoio ao italiano, que recentemente rejeitou relatos da mídia de que teria perdido controle do vestiário.

"Posso confirmar categoricamente que todas as pessoas apoiam Claudio. Ele é um cara excelente e, assim como nós, ele não queria estar nesta posição", acrescentou Vardy.

O Leicester espera terminar a sequência de cinco derrotas na Liga Inglesa ao receber o Liverpool, quinto colocado, na segunda-feira.

(Reportagem de Shravanth Vijayakumar, em Bangalore)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos