Macron diz que eleição na França não está ganha e vai lutar para derrota Le Pen

PARIS (Reuters) - O candidato de centro Emmanuel Macron disse nesta terça-feira que não considera garantida a vitória no segundo turno da eleição presidencial francesa, e afirmou que irá lutar para derrotar a candidata de extrema-direita Marine Le Pen.

"Nada está vencido. Minha batalha é derrotar Marine Le Pen", disse Macron a repórteres após visitar um hospital no oeste de Paris.

Macron, que tem sido criticado por agir como se já tivesse vencido a disputa do mês que vem, fez a declaração após um alerta do presidente francês, François Hollande, de que o avanço de Le Pen para o segundo turno em 7 de maio não estava sendo tratado com a devida seriedade.

(Reportagem de John Irish)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos