Visita de presidente da Bolívia ao Brasil é adiada após cirurgia de Temer

De São Paulo e Brasília

  • Jose Lirauze/Xinhua

 O Ministério das Relações Exteriores brasileiro informou neste sábado que a visita ao Brasil do presidente da Bolívia, Evo Morales, inicialmente marcada para segunda-feira (30), foi adiada para data próxima, a ser negociada entre as duas chancelarias, de acordo com nota do Itamaraty.

O adiamento da visita de Morales ocorre após o presidente Michel Temer ter passado na noite de sexta-feira por uma ressecção da próstata, cirurgia urológica para desobstrução do canal uretal.

Temer deverá receber alta do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na próxima segunda-feira.

Mas, segundo os médicos, o ideal é que ele fique em São Paulo repousando, em sua casa. Dessa forma, o presidente voltaria para Brasília apenas na terça ou quarta-feira, segundo a assessoria do Palácio do Planalto.

Temer já deixou a unidade de terapia semi-intensiva e se recupera no quarto da intervenção cirúrgica. Ele passa bem, segundo os médicos.

A agenda do presidente Temer previa um encontro com Morales em Brasília para a assinatura de atos. No início da tarde de segunda-feira, Temer ofereceria um almoço ao presidente boliviano no Palácio do Itamaraty.

 

(Por Roberto Samora e Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos