Coreia do Norte deve buscar negociações com EUA, diz Seul em otimista previsão de Ano Novo

Por Haejin Choi

SEUL (Reuters) - A Coreia do Sul previu nesta terça-feira que a Coreia do Norte buscará iniciar negociações com os Estados Unidos no próximo ano em uma previsão otimista para 2018, mesmo enquanto Seul organiza um time militar especializado para combater ameaças nucleares de Pyongyang.

O Conselho de Segurança da ONU impôs de maneira unânime novas e mais rígidas sanções contra a Coreia do Norte na sexta-feira devido a seu mais recente teste de míssil balístico intercontinental, em um passo que Pyongyang considerou como um bloqueio econômico e um ato de guerra.

"A Coreia do Norte irá buscar negociações com os Estados Unidos, enquanto continuará a prosseguir com seu esforço para ser reconhecida como um país detentor de armas nucleares de fato", disse o Ministério de Unificação da Coreia do Sul em relatório, sem informar qualquer razão para essa previsão.

O Ministério de Defesa disse que irá designar quatro unidades parnorth a operar sob uma nova autoridade que irá supervisionar políticas da Coreia do Norte, visando "dissuadir e responder às ameaças nuclear e de míssil da Coreia do Norte".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos