Parlamento da Catalunha adia votação para escolha de novo presidente da região, mantém apoio a Puigdemont

MADRI (Reuters) - O presidente do Parlamento da Catalunha, Roger Torrent, afirmou que a votação para escolha do novo líder da região, prevista para esta terça-feira, foi adiada, mas insistiu que o ex-líder Carles Puigdemont, que está em um autoexílio em Bruxelas, é o único candidato viável para comandar a Catalunha.

"A sessão de hoje foi adiada, mas não está cancelada sob nenhuma circunstância... outro candidato não será apresentado", disse Torren em entrevista coletiva.

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, reiterou mais cedo nesta terça que Puigdemont não pode ser candidato uma vez que está em autoexílio desde que um mandado de prisão contra ele foi emitido pela Justiça espanhola devido a uma declaração de independência da Catalunha no final de outubro.

(Reportagem de Paul Day)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos