Tramitação da reforma está interrompida e governo busca o que fazer para aliviar déficit da Previdência, diz Marun

BRASÍLIA (Reuters) - A tramitação da reforma da Previdência no Congresso está interrompida agora devido à intervenção federal na segurança pública do Estado do Rio de Janeiro e o governo ainda analisa o que pode ser feito para aliviar o déficit na área, disse nesta segunda-feira o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun.

Em entrevista no Palácio do Planalto, Marun disse que não pôde oferecer a garantia de que a reforma teria os votos necessários para sua aprovação no final de fevereiro, prazo considerado limite pelo governo para a votação.

Para Marun, o governo não tem por que se desculpar por não aprovar a Previdência porque fez sua parte.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos