Entrada legal de venezuelanos na Colômbia cai 30% com controle mais rígido, diz governo

BOGOTÁ (Reuters) - A entrada legal diária de imigrantes venezuelanos na Colômbia caiu 30 por cento nas últimas duas semanas, informou a agência colombiana de imigração nesta quinta-feira, após o governo impor controles fronteiriços mais rígidos.

Mais de meio milhão de venezuelanos viviam na Colômbia até o final do ano passado, fugindo de uma crescente crise de inflação e desnutrição em seu país. Mais de 60 por cento dos venezuelanos disseram que durante os três meses anteriores haviam passado fome porque não tinham dinheiro suficiente para comprar comida, segundo um estudo de uma universidade.

Há duas semanas, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, anunciou controles fronteiriços mais rígidos ao longo da fronteira de 2.219 quilômetros, suspendendo temporariamente a emissão de novos vistos de entrada diários para venezuelanos e enviando mais de 3 mil novos membros de forças da segurança para a região.

A entrada em sete pontos de imigração caiu de uma média de 48 mil por dia para 35 mil por dia, informou a agência em comunicado.

Os números incluem somente entradas legais usando cartões de imigração ou passaportes e não incluem os milhares de Venezuelanos que podem ter entrado no país vizinho ilegalmente a cada dia, seja para comprar bens básicos ou como imigrantes permanentes.

(Reportagem de Julia Symmes Cobb e Helen Murphy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos