Premiê espanhol Rajoy diz que não irá convocar eleições antecipadas

MADRI (Reuters) - O primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, disse que não irá convocar eleições antecipadas depois que dois partidos ameaçaram derrubar o governo devido a um julgamento de corrupção envolvendo membros de seu partido, no qual um juiz questionou a credibilidade de seu depoimento.

Rajoy disse que a Espanha precisa de estabilidade política para manter a forte recuperação econômica da qual desfruta atualmente e que irá governar durante os quatro anos de seu mandato.

"A moção de não confiança vai contra a estabilidade política de que o nosso país precisa e vai contra a recuperação econômica. É ruim para a Espanha", disse Rajoy em coletiva de imprensa.

(Reportagem de Julien Toyer)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos