Candidato de esquerda López Obrador amplia liderança em pesquisa para eleição presidencial do México

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O candidato presidencial de esquerda Andrés Manuel López Obrador e seu partido Morena ampliaram a liderança para a eleição de 1º de julho no México depois do segundo debate televisionado, mostrou uma pesquisa do jornal Reforma nesta quarta-feira.

A sondagem feita entre 24 e 27 de maio revelou que o ex-prefeito da Cidade do México tem 52 por cento de apoio, um aumento de 4 pontos percentuais em relação a uma pesquisa do Reforma realizada no final de abril e a primeira do jornal desde o debate de 20 de maio.

López Obrador, que tenta a Presidência pela terceira vez, está capitalizando uma onda de revolta contra o partido governista causada pela violência crescente, por escândalos de corrupção e pelo crescimento econômico lento.

O levantamento apontou que o Morena, que ele fundou depois de sua segunda candidatura presidencial, tem 42 por cento de apoio na intenção de voto para a Câmara -- na pesquisa anterior a cifra era de 36 por cento.

O segundo colocado Ricardo Anaya, que comanda uma coalizão de direita e esquerda, perdeu quatro pontos e apareceu com 26 por cento. Na terceira posição veio o postulante do partido governista, José Antonio Meade, cujo apoio cresceu dois pontos e chegou a 19 por cento.

A sondagem entrevistou 1.200 eleitores em suas casas com uma margem de erro de mais ou menos 3,8 pontos percentuais.

(Por Michael O'Boyle)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos