Topo

Alckmin terá mais de 5 minutos e meio de tempo de TV, PT 2 minutos e Bolsonaro 8 segundos

23/08/2018 19h39

SÃO PAULO (Reuters) - O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, terá mais de 5 minutos e meio de tempo de TV na propaganda eleitoral, mais que o dobro do destinado ao candidato do PT, que ocupará o segundo maior espaço com pouco mais de 2 minutos, enquanto o deputado Jair Bolsonaro, do PSL, terá apenas 8 segundos.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quinta-feira os tempos de TV de cada coligação na disputa presidencial de outubro, e a aliança que terá Alckmin na cabeça de chapa terá 5 minutos e 32 segundos em cada um dos blocos de 12 minutos e meio destinados aos candidatos a presidente.

A coligação encabeçada pelo PT terá 2 minutos e 23 segundos. O partido lançou a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, líder nas pesquisas de intenção de voto, mas ele deve ser substituído pelo ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, já que Lula deve ser declarado inelegível pela Lei da Ficha Limpa.

Bolsonaro, que lidera as pesquisas no cenário sem Lula e cujo partido, o PSL, fechou aliança apenas com o também nanico PRTB, disporá de apenas 8 segundos em cada um dos blocos de 12 minutos e meio.

O candidato do MDB, Henrique Meirelles, é o terceiro com maior tempo de TV, somando 1 minuto e 55 segundos.

Ciro Gomes, do PDT, terá 38 segundos, enquanto Marina Silva (Rede) terá à disposição 21 segundos. Alvaro Dias, do Podemos, terá 40 segundos, de acordo com o TSE.

O TSE também realizou um sorteio para definir a ordem em que os candidatos aparecerão na propaganda para a Presidência da República, que começará no dia 1º de setembro. Marina será a primeira, enquanto Meirelles será o quarto a aparecer, seguido por Ciro. Alckmin será o sétimo, enquanto a coligação do PT, que pretende mostrar Lula, será a nona.

Dias será o 11º no primeiro dia de propaganda dos candidatos a presidente, e Bolsonaro o 12º, em penúltimo.

(Por Eduardo Simões)

Mais Notícias