PUBLICIDADE
Topo

Sauditas comemoram peregrinação a Meca sem incidentes com uso de novas tecnologias

23/08/2018 11h54

Por Muhammad Yamany

MINA, Arábia Saudita (Reuters) - Mais de dois milhões de peregrinos foram a Meca para fazer suas últimas preces nesta quinta-feira, e os organizadores disseram que a maior congregação anual de muçulmanos do mundo transcorreu em paz, apesar das tensões políticas e dos enormes desafios logísticos.

Autoridades sauditas de alto escalão disseram que os rituais --que já foram ofuscados no passado por mortes provocadas pisoteamentos, incêndios e tumultos-- não tiveram incidentes neste ano.

O príncipe Khaled al-Faisal, governador da província de Meca e chefe do comitê central do haj, disse que os funcionários usaram novas tecnologias para administrar o evento gigantesco. Neste ano os peregrinos receberam braceletes eletrônicos que ajudaram a controlar o fluxo de pessoas nas instalações.

"Aspiramos a fazer um haj inteligente usando a tecnologia em todas as atividades futuras", disse ele a repórteres em Mina, no leste de Meca. "O desenvolvimento dos locais sagrados, que será implementado em breve, depende inteiramente da tecnologia e da comunicação rápida".

A Arábia Saudita sedia dois locais sagrados do islamismo --Meca e Medina-- e organiza a peregrinação, e espera aumentar o comparecimento para ajudar a estabelecer sua indústria de turismo.

(Por Stephen Kalin)