PUBLICIDADE
Topo

Vietnã diz que John McCain ajudou a "curar as feridas da guerra"

27/08/2018 12h13

Por James Pearson

HANÓI (Reuters) - O senador norte-americano John McCain foi um "símbolo de uma geração" que ajudou a "curar as feridas da guerra" trabalhando pela normalização diplomática dos laços com o Vietnã, disse o ministro de Relações Exteriores do país do sudeste asiático nesta segunda-feira.

McCain, ex-prisioneiro de guerra no Vietnã que concorreu a presidente em 2008 se apresentando como um republicano de estilo próprio e se tornou um crítico destacado do presidente Donald Trump, morreu no sábado aos 81 anos de idade.    "Tanto para o governo do Vietnã quanto para o seu povo, o senador McCain foi um símbolo de sua geração de senadores e dos veteranos da Guerra do Vietnã", escreveu o chanceler vietnamita, Pham Binh Minh, em um livro de condolências na embaixada dos Estados Unidos em Hanói nesta segunda-feira.    "Foi ele quem tomou a dianteira parar curar significativamente as feridas da guerra, e normalizar e promover a abrangente parceria Vietnã-EUA", disse Minh.    Em Washington, McCain foi um dos defensores mais vigorosos da normalização das relações com o Vietnã comunista, um ex-inimigo dos EUA.         Seu relacionamento público com o país do sudeste asiático começou como aviador naval na Guerra do Vietnã, quando seu avião foi abatido durante uma missão de bombardeio sobre Hanói em 1967.    Com os dois braços e uma perna quebrados, ele foi esfaqueado e espancado depois de ser retirado de um lago junto ao centro da cidade. McCain passou anos como prisioneiro de guerra na prisão de Hoa Lo --o "Hilton de Hanói", como era conhecida pelos soldados dos EUA.    Um monumento às margens do lago de Hanói no qual McCain foi capturado se tornou um santuário improvisado para o falecido senador depois que a notícia de sua morte chegou ao Vietnã na manhã de domingo.    Tanto vietnamitas quanto cidadãos norte-americanos em Hanói foram ao monumento de concreto cinza para oferecer flores, incensos, bandeiras e outras homenagens a McCain.    "Condolências ao senador e veterano de guerra John McCain, que contribuiu muito para a normalização das relações Vietnã-EUA", disse uma mensagem em vietnamita, deixada na escultura amarrada a um buquê de flores, nesta segunda-feira.     (Reportagem adicional de Kham Nguyen e Khanh Vu)