Topo

Carrefour Brasil se alia à rede mineira Super Nosso para conversão de 17 supermercados

09/10/2019 22h37

Por Gabriela Mello

SÃO PAULO (Reuters) - O Carrefour Brasil firmou um acordo que transfere a administração de todos os seus 17 supermercados na região metropolitana de Belo Horizonte para a rede mineira Super Nosso, em um movimento que busca explorar as peculiaridades de mercados regionais em um país de proporções continentais.

A subsidiária brasileira do grupo francês Carrefour SA converterá todos os 17 supermercados que opera no Estado de Minas Gerais para marca Super Nosso dentro de um ano, informou a companhia em comunicado na noite desta quarta-feira.

O Carrefour Brasil seguirá contabilizando o faturamento das 17 unidades em seu balanço, acrescentou a empresa, sem revelar os termos financeiros da transação. O Grupo Super Nosso, por sua vez, assumirá a administração de todos os 17 supermercados, elevando o número de lojas operando sob a marca própria para 49.

"Não é uma joint venture, e sim uma parceria em que eles passam a gerenciar nossos supermercados para nos aproximarmos do cliente.... E os ganhos estão atrelados à melhora do desempenho da operação, com alavancas de escala e sinergias", afirmou Luis Moreno, presidente-executivo do Carrefour Varejo, em entrevista à Reuters na noite de quarta-feira.

Ele disse que ambas as empresas investirão na conversão dos 17 supermercados, o que deve levar cerca de 12 meses, mas recusou-se a especificar quaisquer valores. Assim que as lojas forem convertidas, o Grupo Super Nosso cuidará de toda a logística, sortimento e precificação, acrescentou.

"Estamos esperançosos de que entregaremos crescimento de vendas nesses 17 supermercados, ampliando nossa participação de mercado na região e a visibilidade de nossa marca", contou Euler Nejm, presidente-executivo do Grupo Super Nosso, destacando que a parceria também permitirá a diluição de custos fixos.

O Super Nosso é atualmente o quinto maior supermercadista do Estado de Minas Gerais, de acordo com a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em termos nacionais, o grupo ocupa a 17ª posição.

Questionado se o Carrefour poderia considerar posteriormente a compra de participação na rede Super Nosso, Moreno enfatizou que essa possibilidade não está contemplada no acordo inicial. "Não é esse o propósito de nenhuma das partes... Primeiro vamos aprender com essa parceria para depois avaliar os próximos passos", afirmou.

O Carrefour Brasil atualmente negocia parcerias similares com outros grupos supermercadistas em diferentes regiões, acrescentou o executivo, sem entrar em detalhes. "Há conversas acontecendo, mas serão modelos diferentes do Super Nosso e ainda não podemos revelar datas ou regiões", disse.

Na França, a matriz também se aliou a algumas redes familiares regionais, mas segundo Moreno cada aliança tem sua própria dinâmica dependendo da região e do parceiro.

As ações do Carrefour Brasil negociadas na bolsa paulista subiram mais de 7% até agora em 2019, superando o desempenho do principal competidor Grupo Pão de Açúcar SA, cujos papéis recuaram 1,2% no mesmo período.

(Por Gabriela Mello)

Mais Notícias